CLP – CLP finaliza treinamento de executivos públicos de Goiás
Eventos realizados

CLP finaliza treinamento de executivos públicos de Goiás

29/10/2015 - Fonte: Segplan

A Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan) finalizou nesta terça-feira (27/10) o curso preparatório da primeira turma de Executivos Públicos na Escola de Governo Henrique Santillo, oferecido pelo Centro de Liderança Pública - CLP. Os servidores públicos selecionados que passaram pelo treinamento integrarão a Central de Resultados, instrumento criado pela secretaria para trabalhar na melhoria dos indicadores do Estado.

Agora, os executivos públicos passarão a fazer o detalhamento dos projetos prioritários de cada Secretaria. “As metas de competitividade também já devem ser compactuadas com todos os secretários até a próxima semana”, afirmou a chefe do Núcleo de Gestão de Resultados da Segplan, Janine Zaiden. Assim, a partir de janeiro, um levantamento intensivo será feito com foco nas metas compactuadas.

O curso, com 80 horas de carga horária, foi ministrado por professores do Centro de Liderança Pública (CLP), especializado nesse tipo de formação. A aula final ficou a cargo do professor Tadeu Barreto. Ele, que é gerente de inteligência competitiva do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, compartilhou sua vasta experiência na área pública e trouxe um novo ponto de vista para os alunos goianos.

“É preciso conciliar avanço com a racionalidade da gestão. Em Minas Gerais, vivi uma trajetória de mudança que acredito que também foi uma trajetória de sucesso. E, com os erros, aprendi quais são os pontos que podem impedir o avanço”, explicou Tadeu, que acredito que o conteúdo exposto nas aulas pode ser facilmente adaptado à realidade local goiana.

O gestor de Tecnologia da Informação da Segplan, Paulo Henrique de Souza, definiu o curso como desafiador. Segundo ele, agora o momento é de ansiedade para o início do trabalho. “O que o governador Marconi Perillo e o secretário Thiago Peixoto estão e pensando e planejando é bastante ambicioso. E eles estão apostando muito nesse projeto”, comentou, elogiando a vontade política da atual gestão de fazer algo inovador e diferente.

Para a analista de Gestão Administrativa Camila Sampaio, a qualidade dos professores proporcionou um grande aprendizado a ela e seus colegas. Antes do projeto, ela atuava no Ipasgo. Agora, terminado o curso, segundo ela, é a hora de colocar a “mão na massa”. “Acredito que vamos conseguir fazer um Goiás melhor e mais competitivo”, finalizou.

Foco na competitividade
Os executivos públicos atuarão na Central de Resultados com foco na melhoria de indicadores estratégicos e serão responsáveis por identificar gargalos e entraves e propor soluções de melhorias. A execução das ações prioritárias em cada uma das pastas poderá ser acompanhada em tempo real pelo governador na Sala de Situação, localizada no 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira (PPLT).

A seleção dos servidores ocorreu entre os meses de junho a agosto. O processo teve 120 candidatos, entre gestores governamentais, analistas de gestão e assistentes de gestão de diversos órgãos. O processo foi realizado por meio de análise de currículo, estudo de caso e de perfil. Do total, foram selecionados 48 servidores, sendo que inicialmente 30 foram convocados para o início das atividades.

Depois do treinamento e com os Executivos Públicos já em ação, relatório das atividades serão direcionados diariamente à Central de Resultados. A Superintendência Executiva de Planejamento fará pelo menos um encontro por semana para monitoramento e encaminhamento das ações. Uma reunião da equipe com o secretário Thiago Peixoto deve ocorrer a cada 15 dias.

Um encontro do grupo com o governador e os demais secretários deve acontecer uma vez por mês. Nessa oportunidade, o chefe do Executivo poderá ter uma visão mais ampla do trabalho que vem sendo executado e da resposta de cada uma das secretarias a cada uma das ações prioritárias. Marconi Perillo tem dito que o projeto tem quatro palavras-chave: planejar, executar, monitorar e fiscalizar.

Veja a matéria completa no site da Segplan.

destaques
Como melhorar os serviços públicos por meio de sistemas inteligentes

Como melhorar os serviços públicos por meio de sistemas inteligentes

As tecnologias da informação hoje permitem um gestão mais inteligente dos serviços públicos e maior contato com a população.

Quais as saídas para a crise fiscal dos estados?

Quais as saídas para a crise fiscal dos estados?

Porque os estados estão cada vez mais em déficit e quais os caminhos para superar a crise.

Marconi reitera compromisso com metas de competitividade de Goiás

Marconi reitera compromisso com metas de competitividade de Goiás

Desde o fim de 2015, Goiás mantém o Programa Goiás Mais Competitivo, com o objetivo de implementar uma agenda estratégica de atuação governamental