CLP – Projeto Birigui Sustentável - iniciativa inédita entre o poder público e iniciativa privada
Notícias

Projeto Birigui Sustentável - iniciativa inédita entre o poder público e iniciativa privada

20/07/2017 - Fonte: CLP

 

O Projeto Birigui Sustentável é uma parceria inédita na América Latina entre o McDonald´s e a Prefeitura de Birigui, concebido como piloto a ser replicado em todas as unidades da multinacional. O projeto, de uma forma genérica, é uma PPP - Parceria Pública Privada. Em Birigui serão executados 5 módulos de atuação: educação infantil para sustentabilidade, resíduos sólidos, arborização, parcerias e educação executiva.

A Prefeitura numa situação insatisfatória diagnosticada pelo déficit na execução de estratégias de sustentabilidade no município fomentou um marco lógico com a seguinte reflexão: onde queremos chegar e fazer parcerias para realizar a diferença na vida das pessoas?

A multinacional, por sua vez, já questionava em sua sede em Chicago sobre o futuro de seus restaurantes e em Birigui incorporou uma série de itens sustentáveis: coleta da água da chuva, utilização da água que sobra do ar-condicionado, uso de aquecedores solares, painéis de captação de energia solar fotovoltaica entre outros.

A aproximação entre Prefeitura e McDonald’s começou por meio do MBA em Estratégias para o Desenvolvimento Sustentável, curso realizado pela FGV e a McDonald’s University (instituição que tem como objetivo disseminar conhecimento e difundir a cultura organizacional da multinacional para funcionários, franqueados, fornecedores, comunidades e formadores de opinião), projeto interno de mudança de conceitos e paradigmas da multinacional.

Após a formação da primeira turma do mencionado MBA, o McDonald´s estava prestes a sair da teoria e ir para a prática. Birigui tinha o interesse de que o primeiro case da multinacional fosse realizado na cidade, que já era signatária do Pacto Global da ONU e precisa estimular mais iniciativas sustentáveis.

Aproximadamente, após 12 meses de negociação e amadurecimento do piloto, o projeto foi desenhado um formato de protocolo de intenções assinado em janeiro de 2017.

O documento prevê que o McDonald´s apoiará as iniciativas da Prefeitura de Birigui pelo período de 2 anos com possibilidade de prorrogação. O apoio se refere às iniciativas relativas à educação infantil para sustentabilidade, resíduos sólidos, arborização, parcerias e educação executiva. A primeira fase foi um piloto na área da educação infantil, que durou 6 meses, concluído e divulgado em junho deste ano.

De outro lado, o trabalho final apresentado é resultado de uma janela de oportunidade e da aprendizagem da Articulação Institucional, onde o Projeto Birigui Sustentável teve diagnóstico, objetivos, indicadores, metas, atores, mapa de empatia, coluna de interesses, tática de influência, mapa institucional posicional/relacional e, ao final, saiu do papel neste ano.

Além disso, neste modelo de articulação institucional, novos atores surgem para se integrarem, sem perder os valores primordiais do projeto.

No módulo da educação, o objetivo é formar a consciência sustentável tanto das crianças do setor público e privado, quanto das lideranças locais e regionais, fechando este ciclo de aprendizagem diferenciada.

O módulo de Educação infantil para Sustentabilidade contou com o programa Impacta ODS, elaborado pela Aldeias Infantis SOS Brasil em parceria com o Instituto Maurício de Sousa, que dissemina os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, por meio de uma série de gibis da Turma da Mônica. A partir do gibi, os estudantes dos dois colégios do município puderam aprender de maneira lúdica, sobre os objetivos e metas a serem alcançados até 2030. Próximo ao Dia do Meio Ambiente, os alunos do Colégio Zeta e da Escola Municipal “Lucinda Giampetro” pesquisaram sobre reflorestamento das calçadas e arborização urbana, numa determinada área. Os locais pré-determinados receberam mudas de árvores fornecidas pela Prefeitura, as quais foram plantadas por alunos de ambas as escolas e pelos Graduandos de Relações Internacionais da ESPM, que vieram a Birigui em pesquisa de campo para o trabalho da disciplina de Diplomacia Corporativa, sobre o Projeto de Birigui.

Na sequência, os próximos passos se irradiam com reuniões mensais para a estruturação da Cooperativa de Catadores de Material Reciclável, florestas urbanas e implantação do mencionado MBA em Birigui, de forma semipresencial.

A Prefeitura de Birigui pretende que até o final do mandato 2017-2020: a coleta seletiva seja uma realidade em todo o município; tenha capacidade de reciclagem de 50% dos resíduos sólidos urbanos com sua correta destinação; implantação de 5 ecopontos; arborização de corredores de florestas urbanas para a diminuição da temperatura local; construção de 2 bosques comunitários; desenvolvimento da educação em sustentabilidade em todas as escolas municipais; tudo, com o apoio da multinacional.

 

O Projeto Birigui Sustentável citado no trabalho “Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável na Administração Pública do Município de Birigui/SP”, submetido à 4th RME Research Conference, evento do Capítulo Brasil do PRME e do PNUD, que será em Curitiba-PR, nos dias 13 e 14/09/2017, foi selecionado pelo Comitê Científico para apresentação na conferência.

Tadeu Luciano Seco Saravalli - advogado, Especialista em Gestão Pública pela UFScar, Líder MLG, Conciliador capacitado pela EPM – Escola Paulista de Magistratura, Membro do Grupo Temático Clima e Energia da Rede Pacto Global da ONU, Membro da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas e atualmente trabalha na Secretaria Municipal de Gabinete de Birigui-SP.

 

destaques
CLP e ELLIF concluem 3ª turma do projeto "Direito & Desenvolvimento"

CLP e ELLIF concluem 3ª turma do projeto "Direito & Desenvolvimento"

Já são mais de 100 pessoas impactadas pelo projeto em menos de 10 meses de projeto.

Os municípios precisam trabalhar iniciativas de governo aberto

Os municípios precisam trabalhar iniciativas de governo aberto

A evolução da pauta de Governo Aberto no Brasil.

Centro de Liderança Pública leva prêmio das 100 melhores ONGs no Brasil para se...

Centro de Liderança Pública leva prêmio das 100 melhores ONGs no Brasil para se...

O Prêmio Melhores ONGs é uma iniciativa do Instituto Doar e da Revista Época que reúne 1.500 organizações postulantes em um universo de 300.000 ONGs...