CLP – Resíduos Sólidos: cresce o número de cidades que fazem uso de lixões
Notícias

Resíduos Sólidos: cresce o número de cidades que fazem uso de lixões

11/09/2017 -

Photo credit: Blog Sem Destino via VisualHunt / CC BY-NC-ND

 

A Política Nacional de Resíduos Sólidos foi instituída em 2010 e previa a erradicação de aterros irregulares até 2014. Entretanto, houve um aumento no número de cidades que deixaram de usar aterros e passaram a utilizar lixões, a justificativa é a falta de recursos.

Segundo um estudo realizado pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública (Abrelpe), sete municípios de 2015 a 2016 que vinham descartando os resíduos em espaços mais adequados, voltaram a utilizar os lixões para o tratamento de resíduos.

 

Entenda a diferença:

Lixão: área de disposição final sem nenhuma preparação do solo ou sistema de tratamento de efluentes líquidos, como o chorume. O lixo fica exposto sem nenhum procedimento que evite consequências ambientais e sociais negativas.

Aterro controlado: há uma cobertura ou contenção, além da captação de chorume e do gás metano. Contudo, não é ambientalmente seguro.

Aterro Sanitário:  ambiente com um terreno preparado antes de receber o lixo, com impermeabilização do solo e estação de tratamento para efluentes. É mais recomendado e ambientalmente seguro.

 

Ao mesmo tempo, houve uma queda na geração de resíduos, cada brasileiro produziu 1,040 kg de lixo doméstico em 2016, uma queda de 2,9 em comparação a 2015. O presidente da Abrelpe, Carlos Silva Filho, comentou que a redução do lixo não está relacionada com à conscientização ambiental da população, mas é fruto da crise econômica, que afetou o poder de compra da população e trouxe, como consequência, o menor descarte de resíduos sólidos. Além disso, foi registrada uma queda de 6% nos empregos de limpeza pública, contabilizando 17.700 vagas fechadas em todo país.

Em momentos de orçamento crítico, é interessante que os municípios utilizem da inteligência e criatividade para a questão do descarte de resíduos sólidos. É indicado que as cidades possuam uma verba específica relacionada a lixo, promova debates públicos para demonstrar a importância do tema e validar a verba. Cidades que possuem orçamento e planejamento tem melhor desempenho. 75% dos municípios com plano e arrecadação específicos descartam os resíduos urbanos em aterros sanitários.

destaques
Projeto Brasil: 2 dados que traduzem a triste realidade da infraestrutura do...

Projeto Brasil: 2 dados que traduzem a triste realidade da infraestrutura do...

Confira agora 2 estatísticas sobre a infraestrutura no Brasil para ajudar você a refletir sobre o atual cenário do país

Conheça o projeto Brasil - Uma iniciativa para ajudar você a valorizar o seu...

Conheça o projeto Brasil - Uma iniciativa para ajudar você a valorizar o seu...

O projeto Brasil contará com uma série de conteúdos sobre a atual situação do Brasil para auxiliar você a selecionar

O sonho de uma experiência em Oxford

O sonho de uma experiência em Oxford

O líder MLG Lucas Porto conta sua experiência em uma das maiores universidades do mundo.